Governo discute oportunidades de parcerias comerciais entre Pará e Taiwan

Para fortalecer as relações comerciais entre o Estado do Pará e Taiwan, região localizada na costa sudeste da China, na Ásia, a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) promoveu, em parceria com o Centro Internacional de Negócios (CIN), da Federação das Indústrias do Pará (Fiepa), o seminário “Oportunidades de Negócios – parceria, mercado e investimentos entre Pará e Taiwan”, nesta quinta-feira (5), em Belém. 

No evento, realizado para esclarecer aos empresários paraenses maneiras de acessar o mercado da região asiática, estiveram presentes o embaixador de Taiwan no Brasil, Her Jian Gueng; o presidente da Codec, Lutfala Bitar; o vice-presidente da Fiepa, José Maria Mendonça; o gerente do Taiwan Trade Center (Taitra) no Brasil, Suen Lung; além de empresários, representantes do governo e de organizações empresariais locais.

Segundo o embaixador de Taiwan, o seminário abriu portas para novos negócios de maneira estratégica com o Brasil, onde a relação comercial é baseada na troca de produtos complementares. “O Brasil é o nosso principal parceiro comercial na América Latina. No ano passado, foram gerados cerca de 300 milhões de dólares em negócios com Taiwan e sabemos que ainda há espaço para desenvolver mais. Temos hoje uma população de 23 milhões de habitantes, o que nos caracteriza como região mais populosa que 75% das nações do mundo, além de um PIB (Produto Interno Bruto) de US$ 589 bilhões que nos coloca na 21ª posição no mercado mundial”, pontuou Her Jian Gueng.

O presidente da Codec, Lutfala Bitar, reforçou a relevância do seminário e citou o trabalho permanente da Codec no desenvolvimento de oportunidades de diversificar as relações comerciais do Pará no exterior. “Com exportações baseadas principalmente em minério de ferro, cobre, manganês, alumínio, caulim, soja e carne bovina, Taiwan se revela um destino muito importante para a produção paraense, além de um mercado muito atrativo, que apresenta projeções positivas para o ano de 2020. Nossa expectativa é este evento impulsione a diversificação e o fortalecimento das relações comerciais de Taiwan com o Pará e cada vez mais em direção à verticalização”, disse presidente.

Incentivo – Suen Lung, gerente do Taitra no Brasil, informou que o objetivo da organização é conectar empresas para que estabeleçam parcerias de negócios e participem de missões comerciais ao longo de 2020. “Além de um extenso calendário de eventos de negócios em Taiwan, o Taitra oferece subsídios (passagem, traslado e hospedagem) para que os empresários participem de rodadas de negócios em Taiwan, por isso incentivamos os empresários do Pará que tenham interesse em participar, que procurem a Codec e a Fiepa para informações mais detalhadas e orientações técnicas”, orienta. 

Alan Melo, empresário e presidente da Cooperativa Brasileira de Energia Renovável (Coober), disse que participou de uma missão comercial em Taiwan em 2018 e agora já está fechando contrato com fornecedores de asiáticos. “Estávamos com dois projetos de ampliação e agora que vamos fechar contrato, temos interesse em retornar para fechar novos negócios com mais fornecedores da área de energia fotovoltaica, desenvolvendo outras oportunidades”, revelou.

“O objetivo é fomentar o comércio internacional e por isso o trabalho técnico desenvolvido em parceria com a Codec é muito importante. No ano passado, por exemplo, colaboramos com a ida de uma comitiva de empresários para desenvolver negócios em Taiwan e temos atuado neste sentido de maneira contínua”, disse Cassandra Lobato, coordenadora do CIN/Fiepa.

“Percebemos que as empresas paraenses têm interesse em se internacionalizar, e isso faz toda a diferença no processo de geração de resultados, que envolve parcerias para o desenvolvimento dos negócios efetivamente”, informou Cassandra.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.