Rodada de negócios incentiva empresários paraenses à realização de vendas no exterior

Evento faz parte do Programa de Qualificação para Exportação (Peiex-Pará), do PCT Guamá, e conta com o apoio da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Estado.

Foto: Juliane Frazão/Ascom PCT Guamá

Quando a empresária Léa Lúcia começou a produzir barras de chocolate gourmet de sabores regionais como açaí, cupuaçu, castanha e bacuri, ela não imaginava que seu principal produto estaria hoje qualificado e pronto para ser vendido no mercado exterior. A DoDelícia, de propriedade dela, que funciona em Belém, foi uma das 40 empresas que participaram, nesta quinta-feira (28), de uma rodada de negócios dentro da 1ª Ação de Exportação, organizada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), no Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá, com a participação e apoio da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec).

Barras de chocolate recheadas da empresa DoDelícia. Foto: Ascom Codec

Léa Lúcia conta que foi convidada a participar do Programa de Qualificação para Exportação (Peiex-Pará) após seu produto ser identificado pela organização do programa em um estabelecimento na capital paraense.

“Eu não conhecia o programa, mas após receber o convite, aceitei e hoje agradeço por ter essa oportunidade de conhecer mais sobre como se trabalha produtos voltados para exportação”, disse a empresária. 

Jerry Orlet, gerente da Codec, apresenta oportunidades de investimentos no Pará em diversos setores. Foto: Ascom Codec

“Atualmente, estamos buscando possibilidades de expandir a empresa, por meio de linhas de financiamento e crédito, e a Codec está me apresentando aqui essa oportunidade de poder ampliar o meu empreendimento. Estamos precisando de mais espaço para que possamos atender uma demanda maior em produção, armazenamento e diversificação de nossas barras de chocolate recheadas, que, no momento, vão desde os sabores regionais até os mais clássicos e diferenciados como romeu e julieta, café, maracujá com coco e banana com canela. Todos são muito apreciados pelos nossos clientes”, concluiu.

Atenta às chances de comercializar suas áreas industriais, cujos diferenciais são os preços incentivados oferecidos pela gestão estadual, a Codec enviou ao evento o gerente de Comércio Exterior, Jerry Orlet, que explica que a parceria da Companhia com o PCT Guamá e com a Apex Brasil já está consolidada e por isso a participação da entidade no evento é considerada estratégica. “Temos uma parceria com o PCT Guamá e com o Peiex – que, neste momento, está realizando sua primeira ação de exportação para as empresas atendidas pelo programa. Aqui, os compradores internacionais estão conhecendo os produtos das empresas paraenses e todos estão buscando sinergia para promover a comercialização desses itens no exterior”, detalhou Jerry Orlet.

Segundo o gerente, a Codec foi convidada a participar com o intuito de apresentar às empresas e aos compradores internacionais as melhores oportunidades de negócios que o Pará tem a oferecer, tanto na área de produtos agroalimentares, pecuária, no setor mineral, quanto em energia renovável, tecnologia e informação. Todas essas informações tem o objetivo de gerar parcerias para diversificação cada vez maior das exportações no Pará.

Qualificação – De acordo com o Coordenador Estadual do Peiex no Pará, Milksom Campelo, o evento representa a concretização de todo um processo de qualificação oferecido pelo programa que, atualmente, é executado no Pará pelo Parque de Ciência e Tecnologia Guamá.

“Essa primeira ação de exportação encerra um ciclo de capacitação dessas empresas para que estejam aptas a atender justamente o mercado internacional. Isso é feito com a promoção da aproximação das empresas locais a outras que têm contato direto com compradores internacionais. Para isso, existe, dentro do processo de qualificação, não apenas a orientação relacionada à gestão empresarial, mas também quanto à estrutura do empreendimento, além da melhoria e adequação do produto. A ideia é sair daqui com negócios fechados e com outros horizontes e possibilidades de fazer comércio no exterior”, afirmou Milksom.

Próximo de completar 12 meses da fase atual, o Peiex Pará, que está em sua segunda versão, terá uma nova ação similar à atual em 2020.

Foto: Ascom Codec

Os empresários interessados em participar da próxima edição do programa devem procurar uma das unidades do Peiex instaladas em Belém, Santarém e Marabá. Após a solicitação do atendimento, será realizada uma análise do perfil da empresa para o mercado internacional e, em seguida, todo o ciclo de qualificação do programa que, ao final, terá uma uma rodada de negócios para proporcionar a efetivação de negócios.

Por Igor Nascimento

Últimas Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *