Codec recebe representantes da área econômica do governo de Rondônia

Comitiva veio conhecer de perto as estratégias adotadas pela Companhia para impulsionar o desenvolvimento econômico

A constante ampliação do crescimento das cadeias produtivas do Pará é um dos principais objetivos da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec). A atuação da Companhia vem tornando-se uma referência para outros Estados da região Norte. Um exemplo disso é a visita do grupo de especialistas, da pasta governo de Rondônia, que veio ao Pará para conhecer de perto, entre outros temas, as iniciativas de trabalho da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec).

Conhecer a Codec e as estratégias adotadas pela Companhia foi o principal objetivo dos visitantes que encontram no Pará, a principal referência para o desenvolvimento econômico de toda a região amazônica. Assim como compreender o plano de governo para levar aos municípios e Distritos Industriais a autonomia de captar novos investimentos para a região.

Para a economista do Tribunal de Contas de Rondônia, Andréia Moreschi, a referência do Estado do Pará no setor mineral, a organização dos Distritos Industriais e o incentivo aos municípios são assuntos que também podem ser referência em Rondônia.

“Viemos conhecer o Pará que é o maior parâmetro da região norte, com ações que beneficiam os investimentos, mas também carregam o legado ambiental e social da região. Respeitando as características de cada região do Estado”, afirmou Andréia Moreschi.

Ela, ainda, acrescentou, “queremos aprender com a Codec e aplicar esse conhecimento em nossas secretarias econômicas, por isso convidamos várias pessoas para estarem aqui hoje” conclui a economista.

Reconhecimento – O presidente da Codec, Lutfala Bitar, afirma que o reconhecimento da Codec é graças ao trabalho do Governo do Estado em desenvolver as cadeias econômicas de forma estratégica. “Observamos cada município como potencial atrativo para qualquer cadeia produtiva, para isso levamos nossas equipes para estudar e conhecer, juntamente com as prefeituras, quais as principais atividades que vão melhor se adequar naquele local, além de proporcionar incentivos aos projetos, já que eles trazem qualificação e empregos para a nossa região. Tudo isso alinhado com as propostas do nosso governador Helder Barbalho”, destacou o presidente.

A estrutura de governança de atrair os investidores e gerar emprego e renda proporciona grandes parcerias. Para o diretor de Estratégias e Relação Institucional da Codec, Pádua Rodrigues, essas relações são importantes e levam o reconhecimento para outros estados. “Uma articulação forte entre as secretarias econômicas, parceria com empresas, universidades e prefeitos são ações fundamentais em todo o nosso trabalho. Quanto mais facilidades ofertamos para os investidores, maior o interesse dele em fazer parte do desenvolvimento do Pará”, explicou o diretor.

Hidrovias – Assim como O Estado do Pará, Rondônia também se beneficia das vantagens da saída direta para o oceano. O que favorece a entrada de vários investidores que encontram nos rios amazônicos a facilidade nas atividades de importação e exportação. “Hoje o Pará está caminhando para potencializar as atividades portuárias. Assim como o Distrito de Barcarena, estamos em execução de projetos portuários nos novos distritos de Santarém e Breves que logo vão fazer parte de nossa realidade, atraindo mais olhares para a região norte e logicamente aos estados de Rondônia e Pará” finaliza Pádua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.