Codec visita Zonas de Processamento de Exportação e busca referências

Nesse ano de 2016 foram tantas e tão diversas as ideias que surgiram por parte da equipe da Codec para resgatar e revitalizar os Distritos Industriais Paraenses, que a melhor maneira que a Companhia encontrou de tornar tudo isso possível foi consolidando esses objetivos em um robusto planejamento, denominado Programa de Competitividade dos Distritos Industriais Paraenses.

Alinhado ao Programa Pará 2030 e ao mapa estratégico do Estado, o Programa atua bem próximo aos Distritos Industriais, garantindo sua importância como instrumentos de atração de grandes investimentos para o Estado e dinamizando os pequenos negócios por meio de seu encadeamento na dinâmica de fornecimento local. O Programa é estruturado em cinco projetos, que vão da reorganização fundiária até a criação de novos distritos, passando pela revitalização física dos polos, tais como melhorias na sinalização, pavimentação e segurança nas áreas distritais.

O lançamento do Programa começou em Agosto, em Barcarena, numa parceria com a Prefeitura do município e com a Associação das Empresas de Mineração e Metalurgia de Barcarena (ASSEMB). “É um programa de extrema relevância, porque abraça não apenas os investidores que ali estão, como também investidores que estão chegando, aportando investimentos e recursos no Estado do Pará e, consequentemente, gerando emprego e renda”, explicou Olavo das Neves, Presidente da Companhia. Em seguida foi a vez de Ananindeua receber o Programa, que no município foi desenvolvido também em parceria com a Prefeitura e a Associação das Empresas do Distrito Industrial (AEDIA). O evento contou com a presença do Secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Adnan Demachki e do titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedes), Alan Bitar, que ao final do evento, juntamente com o Presidente da Codec, assinaram um termo de cooperação que dá início aos trabalhos do Programa no município.

Em Novembro foi a vez de Icoaraci receber o Programa, que ocorreu na sede do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do distrito. No evento, a equipe da Codec abasteceu os empresários de informações sobre atração de investimentos e abertura de novas áreas. Segundo o diretor administrativo da Tramontina, Antonio Pagliari, a iniciativa é importante e bem-vinda. “É fundamental regularizar, facilitar os serviços, expandir e criar interesse sobre a área. As expectativas são boas”, disse o representante da empresa que está há 30 anos no Estado. Já em Marabá o programa foi lançado em Dezembro, e no evento discutiu a questão do  desenvolvimento econômico e o aumento da competitividade do Distrito Industrial da cidade. Reuniu representantes da prefeitura, de parte das 56 empresas instaladas no polo industrial local, da Associação Comercial e Industrial de Marabá (Acim) e da Codec.

É importante lembrar que todos os eventos de lançamento foram seguidos por duas ações que são pertinentes ao Programa: uma oficina de capacitação em atração de investimentos – administrada pela Diretoria de Atração de Investimentos e Negócios – e uma semana de regularização fundiárias para as áreas industriais que apresentam alguma irregularidade – capitaneada pelo Núcleo Jurídico da Codec.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.