Estado mostra inovações e programas durante a V Pará Negócios

Centenas de pessoas visitaram o estande do Núcleo de Articulação e Cidadania (NAC), do governo do Estado, no primeiro dia da feira Pará Negócios, aberta ao público nesta quinta-feira (1º), no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia. No espaço, estão expostos os artesanatos feitos por detentas da Cooperativa de Trabalho Arte Feminina Empreendedora (Coostafe) e pelos adolescentes custodiados pela Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa).

As peças confeccionadas nas oficinas do Curro Velho e as mudas de plantas ornamentais e envasados levados ao espaço pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), deram um toque todo especial ao estande, que chamava a atenção de quem passava pelo Hangar. Os visitantes também puderam conhecer melhor o projeto Livro Solidário, coordenado pela Imprensa Oficial do Estado.

O trabalho desenvolvido pelos órgãos que integram o Plano Estadual de Ações Integradas à Pessoa com Deficiência (Existir) também atraíram os visitantes. A Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) apresentou as ações de educação inclusiva voltadas a pessoas com deficiência. Stefano Coelho, 15 anos, é um dos 88 alunos atendidos pelo Núcleo de Altas Habilidades e Superdotação (NAAHS), que funciona na Escola Estadual Vilhena Alves, onde ele aperfeiçoa uma habilidade nata, o desenho à mão livre. No estande do NAC ele mostrou um pouco desse talento. “Nem lembro quando comecei a desenhar, é algo que me acompanha desde cedo, mas foi só com u,ns 9 anos que percebi que fazia isso melhor do que muita gente. Nem sei explicar direito como funciona a desconstrução da imagem para conseguir passá-la para o papel”, explicou Stefano.

O Laboratório de Tecnologia Assistiva da Uepa (Labta) expõe as próteses e acessórios feitos com materiais alternativos ou recicláveis de baixo custo que são confeccionados por alunos e professores do curso de Terapia Ocupacional e oferecidos à comunidade. O serviço de equoterapia da Polícia Militar do Pará também está presente na feira, para mostrar o trabalho de reabilitação física e psíquica de pessoas com deficiência ou necessidades especiais feito pela corporação. No estande também é possível conhecer um pouco mais conhecer da Língua Brasileira de Sinais (Libras) e da leitura Braille, além de acessar orientações para a inserção da pessoa com deficiência no mercado de trabalho.

Turismo e Tecnologia – Outro estande do Governo do Pará presente na Pará Negócios é o que engloba os trabalhos das Secretarias de Estado de Turismo (Setur) e de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), o Parque de Ciência e Tecnologia (PCT-Guamá) e a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec). A Setur está divulgando programas como o Voe Pará, que tem o objetivo de interligar as diversas regiões do estado – como Soure, Breves, Paragominas e Redenção – pela malha aérea, com a parceria das empresas Piquiatuba, Two-Flex e Pema. A iniciativa integra o programa “Pará 2030”, que também promove as rotas turísticas Belém-Bragança e do Queijo do Marajó, esta última de fomento à gastronomia paraense, em parceria com o curso de gastronomia da Universidade da Amazônia (Unama).

A Codec faz atendimentos direcionados a empresas já instaladas no Pará. Também há orientação para investidores que desejem instalar novos empreendimentos em território paraense. Já a Sectet está divulgando o programa Pará Profissional, que tem como principal finalidade ampliar, flexibilizar e dinamizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica em todo o estado, levando em conta as demandas sociais existentes, as vocações produtivas regionais e as necessidades peculiares de cada região. O PCT-Guamá levou para a feira as inovações do Laboratório de Sensores e Sistemas Embarcados (Lasse), que atua na pesquisa e desenvolvimento de soluções tecnológicas.

Promovida pela Associação Comercial do Pará (ACP), a quinta edição da Pará Negócios tem como tema “Superação & Otimismo”, e a proposta de reunir empresas de diversos segmentos econômicos, promovendo a capacitação de seus gestores e colaboradores por meio de uma programação diversificada que inclui rodadas de negócios, debates e programação cultural, além de propiciar um ambiente favorável à divulgação de produtos e serviços. “O objetivo com esse evento é aquecer e dar um novo ânimo ao setor econômico, aproveitando o ensejo das festas de fim de ano”, destacou o presidente da ACP, Fábio Lúcio Costa, durante a cerimônia de abertura.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, participou do evento representando o governador Simão Jatene. Ele elogiou a iniciativa de realizar a feira, principalmente em razão da crise econômica que o país atravessa. “Apostar na realização desse evento e na geração de negócios é acreditar na economia paraense. Nos últimos dois anos, ao contrário do resto do país, o Pará não teve crescimento negativo, e isso é resultado da gestão fiscal do governo, mas principalmente da capacidade empreendedora do nosso povo. Tenho certeza que vamos sair mais fortes dessa crise”, assegurou.

Durante a abertura da feira foi assinado um termo de cooperação técnica entre Setur, ACP e Sedeme com o objetivo de promover ações para a captação de recursos, junto ao setor privado para o desenvolvimento do turismo e da gastronomia, dentro das diretrizes do Pará 2030, que possam fortalecer o surgimento de novos produtos e estebelecer um calendário de eventos para o setor.

Após a cerimônia de abertura, a comitiva composta por autoridades convidadas a prestigiar o evento seguiu em visita aos estandes. Com 185 expositores e uma programação que concentra 70 palestras e cursos, a feira estará aberta para visitação até domingo, 4 de dezembro, das 16h às 22h. A meta da organização é superar os números da edição anterior, que recebeu mais de 32 mil visitantes e gerou cerca de R$ 8 milhões em negócios. Integram ainda o evento as feiras Pará Fashion Week, evento voltado para o setor de moda; Pará Estética, que contemplará todo setor de estética corporal, e ainda a Pará Beauty Hair, que agrega o setor de estética capilar, barbearia e esmalteria. Mais detalhes no site http://www.paranegocios.com.br/programacao.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.