Pará discute parcerias com Câmara de Comércio Árabe Brasileira

A Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) informa que workshops estão entre os objetivos para intercâmbios entre os dois mercados

O diretor de Atração de Negócios da Codec, Manoel Ibiapina, ladeado pelos gerentes da Companhia, Eduardo Rodrigues e Lorena Aguiar. Foto: Ascom / Codec

O fortalecimento das relações comerciais entre o Pará e países árabes pautou a videoconferência, promovida pela Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) com a Câmara de Comércio Árabe Brasileira (CCAB), nesta sexta-feira (14). A realização de workshops, seminários e rodadas de negócios, em parceria, foram ações propostas no encontro, que discutiu formas de estimular o intercâmbio entre os dois mercados.

Na ocasião, também foi discutida a possibilidade de participação do Pará na Expo Dubai 2021, exposição mundial organizada pelo Bureau International des Expositions, na cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

“Nosso objetivo, enquanto área comercial do governo, é alinhar várias oportunidades de parcerias, como nesse caso, com a Câmara Árabe, considerando que já existem empresas exportando, interagindo com esse mercado, então o que precisamos fazer é estimular ainda mais, construindo uma agenda positiva voltada para resultados”, explicou o diretor de Atração de Investimentos e Negócios da Codec, Manoel Ibiapina

No encontro, equipe da Codec ressaltou que busca desenvolver e fortalecer as relações comerciais entre o Pará e players de mercado. Foto: Ascom / Codec

Fernanda Cândido Baltazar, gerente de Relações Institucionais da Câmara Árabe, na apresentação do trabalho desenvolvido pela entidade, sugeriu ações práticas que poderão integrar a parceria da Câmara com o Pará.

“Atualmente, nós trabalhamos com 22 países árabes na Câmara de Comércio, todos com oportunidades de importação e exportação de produtos e, aqui, nós temos estrutura como auditório, que pode ser usado para workshops, rodadas de negócios, por exemplo. No caso de participação na Expo Dubai, o que deve ser pensado é não apenas a entrada nos países árabes, mas também o intercâmbio com delegações e agendas paralelas que podem ser construídas durante o evento. Nós temos escritório em Dubai e poderemos também promover agendas roadshows”, sugeriu a gerente Fernanda Baltazar.

Para além da Expo Dubai, Fernanda Baltazar sugeriu que os países árabes sejam apresentados às empresas paraenses, como forma de estímulo ao comércio exterior. “Podemos começar apresentando os países árabes para as empresas exportadoras do Pará, de setores selecionados, após uma avaliação sobre o nível e maturidade dessas empresas como etapa inicial dessa parceria”, completou. 

Eduardo Rodrigues, gerente de Comércio Exterior, reforçou que a ação da Codec tem o objetivo de incentivar as trocas comerciais e lembrou que a Companhia já desenvolveu parcerias similares. “Assim como em experiências que tivemos com outras câmaras de comércio de outros países, o nosso objetivo agora é desenvolver e fortalecer essas relações comerciais, com o interesse de estimular trocas que tragam benefícios ao Pará”, disse Rodrigues.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.