Pará trabalha na busca de oportunidades de negócios com parceiros internacionais

Codec e Sedeme reuniram com grupo de investidores holandeses para apresentar vantagens em investir no Estado

Equipe Codec atendendo investidores em setembro na Exposibram

Colocar o Pará na rota dos investimentos de grandes empresas internacionais, com foco na verticalização da indústria, mineração e siderurgia foi a pauta de uma reunião on-line que ocorreu na última quinta-feira (06) entre a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), a Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Energia (Sedeme) e representantes de negócios da Holanda.

Na reunião participaram os membros da Diretoria de Atração de Investimentos (DAIN), Manoel Ibiapina, Sabrina Sena e Eduardo Rodrigues, e da Diretoria de Estratégia e Relações Institucionais (DERI), Evandro Diniz. Pela Sedeme participou a diretora de Mineração Poliana Gualberto, além da representante do escritório de Negócios da Holanda, Luísa Gouvêa, do diretor de inteligência de mercado holandês, Hans Blankenburgh, do coordenador comercial da Empresa de Barragens da Holanda, Jean Esteves, e o representante da Holanda no Brasil, Wilson Mendonça.

A abertura de negociação entre o Pará e a Holanda começou quando equipes da Codec e Sedeme participaram da Expo & Congresso Brasileiro de Mineração (EXPOSIBRAM), que ocorreu em setembro deste ano no estado de Minas Gerais. No evento, que durou quatro dias, houve a aproximação entre os investidores holandeses com os representantes paraenses, o que resultou na reunião provocada pela DAIN, que convidou os holandeses a conhecerem os potenciais econômicos do Pará.

Para a gerente de Atendimentos a Novos Negócios da Codec, Sabrina Sena, a conversa foi muito produtiva com novas agendas entre as partes interessadas, com interesse dos investidores em conhecer o estado pessoalmente. “Conversamos por mais de uma hora para dialogar sobre os potenciais econômicos de nossas indústrias, e empresas de mineração e siderurgia. Tudo isso resultou na confirmação por parte dos holandeses de enviar uma comitiva ao Pará no início de 2023 para conhecer melhor os nossos potenciais econômicos”, comemora Sabrina.

Incentivar a verticalização das cadeias produtivas do Pará é um objetivo conjunto entre o Governo do Estado e seus municípios. Para o gerente de Relações Institucionais da Codec, Evandro Diniz, essa aproximação é importante para dialogar com os municípios, levando a possibilidade de mostrar o que cada região do Estado pode oferecer.

“Temos protocolos de intenções assinados com vários municípios de todas as regiões do Pará, e com isso obtemos dados que são importantes a serem apresentados aos novos investidores, como qualidades de cada área, principais atividades econômicas da região e dados sobre a população”, revela o gerente.

Para o presidente da Codec, Lutfala Bitar, as oportunidades de negócios são um dos principais objetivos para o desenvolvimento do Pará, e a aproximação com grupos de investidores da Holanda é reflexo desse trabalho. “Enviamos nossos representantes para a Exposibram com essa meta de dialogar diretamente com as quase 500 empresas ligadas ao ramo da mineração. E como resultado disso, já temos em menos de um mês reuniões que vão firmar compromissos importantes para a verticalização da indústria do Pará”, afirma Lutfala.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.